31 de dezembro de 2008

Punho de bengala erótico

Não sei se já vos tinha dito que tenho na minha colecção várias bengalas, uma das quais é para mim especial. Espero até poder vir a utilizá-la daqui a uns anos - seria bom sinal - acariciando-a com o polegar enquanto faço uma retrospectiva da minha vida.
Entretanto, fiquem-se com este punho de bengala (imagem só para adultos), compradinho de fresco.

30 de dezembro de 2008

27 de dezembro de 2008

Contos e Novelas de La Fontaine com ilustrações de Brunelleschi

Lembras-te de eu recentemente ter comprado um livrinho de 1801 com «Contos e Novelas em Verso» de La Fontaine?
Pois agora recebi de fresco dois volumes de «Contes et Nouvelles de La Fontaine» mas agora numa edição de 1940 com ilustrações de Brunelleschi que são um mimo.



Ilustrações (para maiores de 18 anos): 1, 2 e 3.

24 de dezembro de 2008

Bastidores da campanha de Natal...

... da marca italiana de lingerie Yamamay

23 de dezembro de 2008

Educação sexual na Bélgica



Dica dos nossos amigos do sexe.fluctuat.net

22 de dezembro de 2008

Placa de impressão chinesa em estanho

Imagens para maiores de 18 anos: 1 e 2

20 de dezembro de 2008

Alguém me explica...

... de preferência sem palavras caras e com bonequinhos, a posição da igreja católica sobre o apelo feito por 66 países pedindo a despenalização universal da homossexualidade?

A São Rosas foi para freira...

... pelo menos foi vista por essas bandas e nesses preparos pela Milena Miguel, do Atelier S. Miguel, artista que é funda fornecedora da minha colecção de arte erótica.
Estas duas peças foram feitas especialmente para o 10º Encontra-a-Funda e foram-me entregues na visita que fizemos ao atelier do Fernando e da Milena Miguel.
Mais duas maravilhas a juntar às outras.

(Imagens para maiores de 18 anos)
A freira endemoninhada com a serpente e o cão
Abençoado cãozito
Detalhe do trabalhinho da cobra cuspideira
A freira dá a volta à cobra cuspideira
A cobra sabe mexer-se como e onde a freira gosta
Detalhe do trabalho de boca e mão

14 de dezembro de 2008

Desenho humorístico original de Del Principe

Mais um desenho original para se juntar a todos os outros da minha colecção.

(imagem para maiores de 18 anos)

"Agradeço-lhe a oportunidade que
me deu para me divorciar!"


Publicado na revista italiana «Risatissime» em 1983

13 de dezembro de 2008

Dita Von Teese para a Wonderbra



Aqui está a página do Flickr em que a Dita Von Teese mostra a sua colecção da Wonderbra («Sexy Science»).

8 de dezembro de 2008

7 de dezembro de 2008

Diccionario Ilustrado De Voces Eroticas Cubanas

Este livro foi editado em Cuba em 2001.
Descobri-o num dos meus passeios pela internet e não descansei enquanto não o comprei para a minha colecção (sim, sim, coleccionista é assim mesmo).
Trata-se de um dicionário com termos utilizados em Cuba com conotação erótica. A capa e as ilustrações interiores são uma delícia.
E é giro ver como o nosso «DiciOrdinário», que está na forja e estará à venda, se Eros quiser, em Fevereiro de 2009, sendo um conceito em tudo idêntico, se torna tão diferente de tudo o que está publicado até agora, como poderás constatar. O nosso «DiciOrdinário» tem mais de 150 trunfos: a capa e todas as ilustrações interiores do génio Raim. Para já fiquem-se com este cubano...



Ilustrações (só para maiores de 18 anos): 1, 2, 3, 4, 5 e 6

5 de dezembro de 2008

3 de dezembro de 2008

Sexy...

1 de dezembro de 2008

«Contos e Novelas em Verso» de La Fontaine

Pois, Jean de la Fontaine não escreveu só as fábulas dos nossos primeiros livros da escola.
Este é o segundo volume de uma edição de 1801, com 40 gravuras deliciosas em talhe-doce.
Já cá canta na minha colecção.



Ilustrações (só para maiores de 18 anos): 1, 2, 3 e 4.

30 de novembro de 2008

Esta mandou um postalinho

24 de novembro de 2008

no rescaldo do X Encontra A Funda - II

Algumas conexões parecerão encriptadas - são as conexões da tia... Mas todos quantos lá foram saberão bem do que se fala. Portanto, aos demais lhes digo: é irem para o próximo e também ficarão por dentro das jogadas.

(Aqui vos vou deixando o pau com o orifício para entrar nelas - nas jogadas, pois...)



cheguei ao Encontro tarde
por tal me penitencio
mas haja alguém que me guarde
que a ele me fui sem fastio

já por Óbidos andava
a turma da Funda São
por ameias ansiava
em faustosa reinação

sem falha de porra a parra
encobria o encoberto
que a folha animava a farra
com São e Nelo por perto

em rusga filha da mãe
qual cascavel cuspideira
alguém agitou também
uma folha da palmeira

e de súbito o aqueduto
mostra uma faceta grande
de ser cada arco um puto
com cabeça de glande

fui a tempo de um amanho
de cremosa tentação
na Cova do Musaranho
ali no Vau mesmo à mão

pá não sei do panaché
da bejeca sem tremoço
um ou outro o seu café
fez-se tempo p'rò almoço

e no Solar dos Amigos
Guisado ao som da gravilha
fomos com migas e migos
do Paraíso à Ilha

foi curto e grosso mas bom
e bom foi experimentá-lo
será aqui de bom tom
dar-vos das Caldas o Galo!

OrCa

O Falcão ode a quem o ode (é justo):

"Ai, oh Orca do Caralho
Inda benhe que aqui te vieste
Pra vermos a São pegada a um galho
e tu de parra a servir de vestes

como um Adão, pudibundo
E ela feita uma rameira
Eras Orca, o pai do mundo
e ela a São, cobra e palmeira

E foi a tarde passada a rir,
E a comer, cum filho da puta,
vinho, broa e a seguir
Foi o calor a fazer a sua

A cachopa que já foi
E que agora é matrona
As mamas, grandes, de fora pôs
e depois - vergonha - o bico da cona

Foi quase uma escandaleira
ela rindo, (ao lado nem tanto)
Mas para quem é aventureira
escandaleira é que é encanto

E foi logo sucedida
pela gajo que "apareshe"
De voz farta, ao longe ouvida
Tirou a dita, ao som de "despe"

E valeu-nos a Santa Senhora
Essa que dizem ser da Agrela
Veio a carne, grelhada e boa
e a São cobriu a dela

Foi um ver se te avias
ala que isto se faz tarde
olhar com que alegria
encheu tudo o cu de carne

Já nem mamas, nem o tanas
nem mais o caralho mais velho
Era tudo a enfardar
Até pareciam o Nelo.

Acabou tudo no largo da escola
Numas fotos e poesia
Bardou alto o mestre Orca
Cum caralho, eu que ainda mais queria?

Tudo aquilo que sabe bem
ou é feio, ou faz-nos mal
Mas este encontro sendo inteiro
Mal começou, chegou ao final

Não que tivesse aleivosia
nem peçonha ou que tal
tirando o strip da Senhoria
E o outro do vozeiral

nem refiro as Piças do Chico
Nem as peças malandrecas
Ninguém disse chiça - penico
nem sequer aludiu-se a quecas

O jantar à luz de vela
em silêncio e oração
Foi lindo ver eles e elas
de olhos postos em adoração

E houve toques de guitarra
e uma Laranjeira em poema
E uma santa, louvando com garra
o Senhor que na alma queima

Mas tudo com santidade
sem usar um palavrão
Fiquei sem saber porque há-de
alguém odiar a FundaSão

Agora tudo já lá vai
Ficam fotos e saudade
Para o ano, preparai-vos
p'ra outra dose de Santidade..."

Há sempre uns gajos que o que querem é aparecer

GIF animations generator gifup.com
GIF animations generator gifup.com

O 10º Encontra-a-Funda foi um mimo. Ou melhor, uma sequência de muitos mimos. Bem hajam pela vossa presença, pela vossa boa disposição e pela vossa amizade.
Um agradecimento púbico à F-Word, uma mulher especial que me ajudou a organizar tudo e nos guiou de forma tão eficiente que nem a TriMargarida se perdeu!
O OrCa, que fez da tripa frontal coração para poder estar com esta cambada de malucos no domingo, fez uma reportagem fodográfica excelente desse dia que pode ser vista aqui. Sim, houve quem quisesse que eu fizesse um strip. Mas, como podem ver nas fotos, quem andou a fazer figuras tristes foram... uns gajos que o que querem é aparecer. Eu não, que sou uma gaja muito atinadinha.
Até à próxima.

no rescaldo do X Encontra A Funda - I

Porque não tenho, ainda, o dom da ubiquidade, não me foi possível - grande mágoa! - estar presente no primeiro dia deste 10º Encontro. Mas estive no segundo e tanto me bastou para qui vos deixar a minha ode na despedida, já com saudades do próximo...

dei do Décimo só meio
perdido em terras do Norte
mas dar o décimo em cheio
nem me soa a boa sorte

que a vida feita a correr
de graça não tem nenhuma
pois diz quem sabe viver
que seguidinhas dá uma

mas neste desassossego
eu cá me vim pois já não
fico bem sem o aconchego
de vir nesta procissão

nas Caldas tem seu lugar
nesta terra onde abunda
essa coisa de empinar
que anseia por fona cunda

e que cresce em desmesura
de barrenta estatueta
batida à mão e bem dura
hirta e firme… mas da treta

pouco importa pois no fundo
ela espevita o conceito
de pouco haver mais no mundo
de que ser teso dá jeito

o décimo foi pelas Caldas
outro mais depois virá
mesmo aqui vindo de fraldas
sempre me tereis por cá

irmãs – irmãos – senhorias
fico-me aqui neste passo
que não é todos os dias
que de vós recolho abraço.

19 de novembro de 2008

Motrin cuida das mulheres com mamas enormes

Estas orações são bem mais entesantes

Recebido de fresco da Índia para a minha colecção, este carro que é um objecto de culto utilizado para as orações (puja) onde estão representados Nandi (touro que é companheiro constante de Shiva, de quem é montada, camarista e músico) e o Lingam (sim, sim, o caralho).
O carro abre-se e tem um espaço para as oferendas: arroz, flores, mel, leite...




17 de novembro de 2008

A atracção das roupas

Anúncio extraordinário da empresa russa Sela - Wear & Accessories.


sela fashion brand from itai bachar | איתי בכר on Vimeo.

16 de novembro de 2008

15 de novembro de 2008

Indiscrições

«Indiscrétions». Recebidinho de fresco. Livrinho francês com portas e janelas que, abrindo-se, nos revelam cenas entesantes (sim, sim, eu disse interessantes).




A porta do curral aberta (só para maiores de 18 anos)


A porta do confessionário aberta (só para maiores de 18 anos)

13 de novembro de 2008

Que Eros vos guarde, Erosfarma!

A Erosfarma é, desde há muito, parceira dos Encontros da funda São.
Para o 10º Encontra-a-Funda, a Erosfarma oferece umas algemas em pêlo púrpura, um vibrador preto "com toque de veludo", um bloqueador de pulsos e uma caixinha com uns boxers "adoro todas as partes do teu corpo, especialmente..." e uma venda "ama-me...".
Estas ofertas serão entregues no Sãorau a quem provar merecê-las.
Já há 21 inscrições confirmadas. E tu?

12 de novembro de 2008

«O Super Macho»

Comprei este livro de Alfred Jarry (de 1902), numa edição de 1975 das Edições Afrodite/Fernando Ribeiro de Mello.
É um romance de amor erótico que era moderno na altura e ainda o é, passados mais de cem anos. Começa assim:
"- O amor é um acto sem importância, uma vez que o podemos fazer indefinidamente.
Todos viraram os olhos para aquele que acabava de emitir tal absurdo. (...)"

As ilustrações de Nuno Amorim, então, ainda reforçam mais esta delícia: 1, 2, 3 e 4 (só para maiores de 18 anos).

11 de novembro de 2008


Consulta o programa e inscreve-te

Já somos 19... e certamente seremos mais (nisto somos como os coelhinhos).
Adianto que o Charlie preparou uma surpresa de homenagem ao sr. Francisco Agostinho, quando fizermos a visita à sua oficina de caralhos das Caldas. Está um mimo! E só vai apreciá-lo quem lá for.

9 de novembro de 2008

Livrinho de 1805 na minha colecção

«Porte-Feuille Volé» (a pasta roubada), de Evariste D. Desforges, Cavaleiro de Parny, 246 pp., Paris, Au Magazin de Librairie, 1805.

Contém:

1° Le Paradis perdu (o Paraíso perdido)
Poema em quatro cantos

2° Les Déguisements de Vénus (os disfarces de Vénus)
Imitado do Grego

3° Les Galanteries de la Bible (os galanteios da Bíblia)
Sermão em verso

246pp. dont fx-titre et titre, 2ff. d'annonces du libraire non chiffrés.
Rousseurs.

Edição original desta recolha que foi proibida pela polícia. Parny teve uma influência considerável sobre Lamartine e no primeiro Império era considerado o primeiro poeta elegíaco francês [Querard VI, 607; Grente, II, 343; Barbier apenas cita a edição de Debray]. Tomem lá que é cultura!


6 de novembro de 2008

Cinco anos de afundanços!

crica para veres o programa das festinhas


Aqui o erotismo comemora-se todos os dias, com 7200 posts publicados desde 8/11/2003. Feitas as contas, são mais de 1800 dias... noves fora... e vão cinco... mais IVA... dá uma média de 4 posts por dia. E até hoje nenhum dia falhou.

Criaram-se a partir daqui muitas amizades para cá do virtual, para o que em muito contribuem os Encontra-a-Funda semestrais (ali no menu lateral tens os links para os Encontros). E também algumas (poucas, felizmente) alergias, que melhoraram os nossos anti-corpos.

Aprendo bastante e, principalmente, divirto-me muito. E dá-me um gozo especial saber que muitas outras pessoas aqui se vêm com prazer. Além das visitas e visitos que diariamente me deixam molhadinha, 38 membros e membranas fazem parte da fundiSão e escrevem quando f... podem. E não só portugueses, pois temos o Zas (Espanha), o d!o (Holanda), o Jaxtraw (E.U.A.), The Perry Bible Fellowship (E.U.A.), o Affonso (Brasil) e o Duke (Brasil).

No fim de semana de 22 e 23 de Novembro iremos fazer o 10º Encontra-a-Funda nas Caldas da Rainha, por sugestão e com a colaboração preciosa da F-Word.

Além do bom momento de convívio, entre outras coisas iremos conhecer a oficina do Chico das Pichas, um resistente da louça malandreca das Caldas. E será apresentado em antestreia o «DiciOrdinário Ilustarado», que será publicado lá para Fevereiro.
O resto, só quem lá for saberá... e saboreará.

Alista-te!

E que tal o quadro a óleo mais recente da minha colecção?

«Tango»

(imagem só para maiores de 18 anos)

2 de novembro de 2008

«Pasquim» - revista pequenina mas bem engraçada

Não sei se já tinha dito isto mas as peças da minha colecção de arte erótica são, na sua maioria, pequenas e discretas, ideais para esconder no fundo de uma gaveta ou no meio de livros «sérios». É a forma de erotismo que eu prefiro, embora algumas coisas mais «puras e duras» também me agradem.
Esta revistinha de humor malandreco (que julgo ter sido publicada algures nos finais dos anos 70) tem uma imagem de capa que acho uma delícia. E lá pelo meio até fazem uma homenagem à minha pessoa!

A capa e uma das ilustrações.

29 de outubro de 2008

Isto é pornografia!

"Mulher somali lapidada por adultério
Extremistas islâmicos da Somália executaram uma mulher de 23 anos, por lapidação. A mulher foi acusada de adultério na localidade de Kismayu, no Sul do país.
Esta é a primeira execução pública levada a cabo pelas milícias islâmicas da Somália desde 2006, quando o grupo dominava a capital, Mogadíscio. Desde então os extremistas foram afastados após a aliança entre os governos somali e etíope.
Centenas de pessoas assistiram à execução e, segundo presentes no local, as milícias terão informado a população que a mulher se tinha oferecido para ser castigada. Mas a irmã da vítima afirmou que foi uma execução sem lógica nem respeito pelos princípios religiosos. Pelas regras do islão, a mulher só poderia ser executada se quatro testemunhas e o homem com quem cometeu adultério confirmassem publicamente o crime.
Para controlar a população indignada com a execução, os guardas islâmicos dispararam sobre a população e mataram uma criança."
Jornal Público - 2008.10.29

Comentário do Charlie - "Depois da mulher morta por uma acção do mais que pode haver de irracional no comportamento Humano, seria fastidioso e quiçá mal aceite fazer o fecho do argumento: Sendo a religião (as religiões de modo geral) campo do sobrenatural intangível e que nasceu de tudo o que a razão não abrange, cabe perfeitamente a atitude dos que dispararam sobre a multidão.
E não! Peremptoriamente não! Não nos cabe o cínico gesto de repulsa acompanhado duma estúpida condescendência por supostamente serem mais «atrasados».
Também nós espalhámos a Fé pela cruz e pela espada, e queimámos vivos os que tinham, sobre a transcendência, outras sensibilidades.
Se alguma coisa devemos a esta mulher é apenas o muito Cristão bater com a mão no peito, mas apenas só uma vez.
Depois é arregaçar mangas e actuar.
Derrubar o preconceito e a ignorância: ela é o único crime!"

O livro mais recente da minha colecção é de 1826


São dois volumes



das «Poésies Érotiques» por P. F. Tissot



com um estudo de 55 páginas sobre a poesia erótica



e as restantes páginas dos dois volumes com poesia erótica em francês e latim.


"(...) Rien ne peut, ô femme adorée!
De tes lèvres de rose arracher ma fureur (...)"


Excerto de «Baiser second», Vol. II, pág. 11

23 de outubro de 2008

Preservativos Personalizados





Adme.Ru

(sugestão do
Jumento)

20 de outubro de 2008

A «Com'Out» nº 4 está nas bancas... que não têm preconceitos

Saíu o número 4 da Com'Out, dedicada a temas relacionados com a comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros).
A entrevista (e a capa) com Sónia Tavares dos Gift é excelente. O artigo sobre homossexualidade e fé está muito interessante. E gostei especialmente do artigo «o tabu dos tabus», sobre a homossexualidade na guerra colonial. Recordam também «as três Marias» e as suas «Novas Cartas Portuguesas». Mas não só. Pessoalmente, acho que os conteúdos estão a melhorar. Esperemos que continuem...

17 de outubro de 2008

Publicidade... a quê?

Quem adivinhar antes de o video chegar ao fim merece o sétimo céu sem passar pelos outros seis. Depois já podes espreitar aqui.



E aqui têm um anúncio mais... arejado...

14 de outubro de 2008

Será isto "Educar para a Sexualidade"?!

Comprei recentemente para a minha colecção este livro de educação sexual para as escolas. Só se pode aplaudir a iniciativa. Mas escusavam de colocar na cabeça das criancinhas tanto preconceito, a somar a todos os que já lhes entram pelos olhos e ouvidos. Entre outros, fica este exemplo:


"A prostituição surge, frequentemente, associada ao jogo, à droga e a outros vícios"
«Educar para a Sexualidade», página 64
Autoras: Helena Alcobia, Alexandra Ribeiro Mendes e Helena Maria Serôdio
Livro auxiliar escolar de 2003, da Porto Editora, para os 2º e 3º ciclos

Tem graça... mais que à prostituição, eu associo "o jogo, a droga e outros vícios"... à Escola!

7 de outubro de 2008

O Livrinho Vermelho do Galo de Barcelos

Finalmente consegui encontrar e comprar «O Livrinho Vermelho do Galo de Barcelos», um livro que procurava "há canos"! E até foram logo dois: uma 1ª e uma 2ª edições.
Crica para ampliares (a imagem, que o resto não tem remédio, por mais que os e-mails que recebes prometam o contrário)
É uma compilação de textos e fotos de slogans pintados nas paredes por anarquistas em Portugal nos anos loucos da revolução de Abril de 1974.
Tem um detalhe que acho precioso: todo o livro é atravessado no canto superior direito por um buraco. E na contracapa «percebe-se» o que aquilo é. Sei de alguém que se vem um dia destes aproveitar esta ideia, embora atribuindo-lhe um significado diferente.
Crica para ampliares (a imagem, que o resto não tem remédio, por mais que os e-mails que recebes prometam o contrário)

A maioria do que por lá se lê é crítica política que não perdoa ninguém (excepto os próprios anarcas, o que não deixa de ser uma falha).
Mas pelo meio, a sexualidade mistura-se com a política ou ganha até vida própria. Eis alguns exemplos:
Crica para ampliares (a imagem, que o resto não tem remédio, por mais que os e-mails que recebes prometam o contrário)
Crica para ampliares (a imagem, que o resto não tem remédio, por mais que os e-mails que recebes prometam o contrário)

"Abaixo a ditadura! Viva a ditamole!"
"Maria é actriz. Mário... é atrás!"
"Cunhal é capado. Com a mania das igualdades ainda nos capa a todos."
A propósito do slogan do PPD «Hoje somos muitos, amanhã seremos milhões»: "O problema é vosso. Tomem a pílula"
"Queremos o amor livre! Queremos fo... de pé!"
"Abram os olhos e não o olho... porque depois... bem, depois... pode ser tarde!"
"O sexo a quem «os» tem!"
"Homossexuais + Eu = Trissexuais"
"Mário Soares tem nas bochechas os tomates do Cunhal!"
"Mais vale um bom cu que um ditador proletário"
"Libertação imediata dos chatos oprimidos!"
"O povo unido já está fodido!"
"Burguês: a tua mulher é nossa (se for boa...)!"
"A virgindade provoca o cancro. Vacina-te! (Temos um serviço permanente de pronto-socorro. Não hesites em telefonar!)"
"Vamos amandar uma Pinochada?"
"Pela circuncisão das anonas."
"Na aula de educação sexual teve falta de material."
"Pelo soutien de 3 assoalhadas."
"A mulher é de quem a trabalha!"
"Abaixo as virgens!"
"Não vá... venha-se!"
"Não queremos organismos de cúpula: queremos organismos de cópula!" [Animal
- "olha que não era «organismos» mas sim «orgasmos de cópula»... eu sei, porque andei por essas ruas a pichar essa magnífica frase (entre outras...)"]
Crica para ampliares (a imagem, que o resto não tem remédio, por mais que os e-mails que recebes prometam o contrário)

Algumas referências a este livro na net: Lusitana Antiga Liberdade, Anacleto, Cuidado com o Cão e Fotos da Bida Real.

6 de outubro de 2008

Diz lá que não apetece dar-lhes umas alfinetadas...


Encomenda aqui


€ 15 por boneco, mais portes de envio

Pergunta a Didas: "E oferecemos a quem?"
Respondo eu: "Eu não ofereço a ninguém. Foda-se, que não quer que me piquem...
Aquilo é para uso pessoal... mas é uma boa prenda para um amigo ou amiga que se tenha separado litigiosamente..."

27 de setembro de 2008

Homossexualidade e igreja católica

Lusa - "Jovens homossexuais portugueses «vivem verdadeiros terrores» por não conseguirem conciliar a sua orientação sexual com a fé católica e, nas igrejas, há fiéis que continuam a ocultar a sua homossexualidade com medo de represálias dos padres.
A denúncia é feita pelo Rumos Novos - Grupo Homossexual Católico, que promove, hoje e domingo, em Évora, o encontro ibérico «Uma Nova Consciência para um Tempo Novo», reunindo 27 representantes de organizações cristãs de homossexuais de Portugal e Espanha."

Que Deus lhes valha, que a Igreja... duvido.

Semanário Sol - "Serzedelo acusa o lóbi gay do BE de precipitar o debate na AR [proposta sobre o casamento de homossexuais] sem antes alcançar consensos com outras forças partidárias. O dirigente da Opus Gay defende que, antes disso, se deve alargar o âmbito do regime das uniões de facto e que o BE tenta empurrar todos para o casamento – «o que é uma atitude altamente eclesiástica» que consagra a «sacristia da conservatória do registo civil»."
Nunca tinha visto as coisas por este prisma... mas acho que é o lado certo do prisma. Não usem o «casamento» para outras uniões... de facto.

Entretanto, o Vieira Calado perguntou se "há por aí alguém que me diga quem é o santo padroeiro dos homossexuais". Não sabes?! Digo-te eu: São Gueis!
O Nelo tem o seu ponto de vista (sim, sim, com esse olho):
"Beim melhéres,
Çe á coiza questa jente nam intende, éi o quéi çer-çe bisha...
Éu, Nelo, nam queru um cazamento Guei, neim mudar de seksu. Çou inté muinto homeim, nam çei çe algum de vossezes teim dúvidas cuanto a iço.....
Gosto muinto de istar cazado com a minha Efigénia, e dar as minhas voltitas pelus Bares e açim, há minha vontadi e há çocapa e prontes.
Nada de pulémicas neim instituissões furmais.
Nam çe deróm conta que uma melhér bisha vive çempre nas franjas e que franqueia fronteiras?
Melhéres, cuantas vezes me vesti de melhér com véu e tudu e fis um cazamento cum um homeim bom no meu apartemento lá ao fundo da Rua Castilhu?
Já neim çei has veses cu fish...
E çabeim porqueim éi que goshto de faser eça panntomima?
Nam çabeim?
Poizentão! Éi per çer cuaze puribido! Querçezer: éi mal vishto çoçialmente!
Çe foçe coiza ligal e furmal, nam tinha pica ninhuma, neim nada....
Pur iço éu digu aus Sinhores políticus: Deicham as melhéres bishas eim pash,
Vaióm-çe au cú uns aus ôutros mas nam nus uzeim.....
Nam nus uzeim, cas melhéres bishas, á muinbto que çabeim guvernar-çe umas hás ôutras
( Ó-ó... çe çabeim, melhéres...)"

Pornografia que se pode ver no local de trabalho

Recomendo a visita ao site (mesmo no horário de trabalho) Safe for work Porn, criado pela Diesel para comemorar os 30 anos (sim, XXX anos) da marca.


view.break.com - Watch more free videos

25 de setembro de 2008

MTV UK - Fur TV

Anúncio para o Fur TV da MTV no Reino Unido.
Um boneco entretém-se com Chanelle Hayes, numa cena de sexo puro e duro filmada à moda de Paris Hilton, com infravermelhos.


Chanelle Hayes Sex Tape
by svenstar07

21 de setembro de 2008

Queer Lisboa 12

O Queer Lisboa começou no dia 19 a sua 12ª edição. Até 27 de Setembro, tens a oportunidade de assistir à mais recente produção cinematográfica mundial de temática gay, lésbica e queer.
Tens aqui todos os detalhes e a programação completa.
O nº 3 da revista «Com'Out», já nas bancas, tem um artigo de fundo muito entesante sobre este festival de cinema. Curiosidade desta revista: mostra na capa o tronco do Michael Phelps em calção de banho... e na contracapa as pernas dele. E tiveram o bom senso de lhe cortar a cabeça, porque não haveria papel que chegasse para as orelhas.

20 de setembro de 2008

Orações amorosas

Este livro, «Oraisons Amoureuses», de J.-A. Grivolin, foi editado em 1919 em Lyon (França).
É uma espécie de diário com pequenos textos de um erotismo delicioso.
Ainda pensei traduzir mas na língua original fica muito bem... na minha colecção a partir de agora.


crica para ampliares o texto de modo a ficar legível
a capa


crica para ampliares o texto de modo a ficar legível
texto XXVIII


crica para ampliares o texto de modo a ficar legível
texto XLIII


crica para ampliares o texto de modo a ficar legível
texto XLIV


crica para ampliares o texto de modo a ficar legível
texto LXIV

18 de setembro de 2008

9 de setembro de 2008

8 de setembro de 2008

A pilinha do menino

(sugestão do nosso amigo CrazyDoc)



What To Do?? - video powered by Metacafe

7 de setembro de 2008

6 de setembro de 2008

Estou toda molhadinha... em licor... de figo...

A minha colecção tem bastantes peças oferecidas por malta amiga. Algumas são peças únicas e feitas pela própria pessoa que ma oferece.
É o caso desta garrafa de licor de figo, feito pelo meu grandioso amigo Betes usando figos do seu próprio quintal. O rótulo é obra dele, feito especialmente para a minha colecção. Sempre que desenha um rótulo de licor de figo, o Betes coloca uma formiga. "É que sempre que vou apanhar figos encontro por lá formigas". Neste caso, a formiga passeia em cima de um ramo frondoso, empinado pelas cócegas.
Bem hajas, Betes!

A garrafa com os figuinhos «pingo de mel» lá dentro

O rótulo, feito especialmente para mim

"Adoro manteiga"


Beurre
by shermix

Sugestão do nosso amigo CrazyDoc

4 de setembro de 2008

O sexo dos gatos

Publicidade da Peta.org

31 de agosto de 2008

Saíu o número 2 da Com'Out

Informámos aqui a saída do primeiro número da Com'Out, dedicada a temas relacionados com a comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros). Mereceu muitos comentários interessantes dos nossos membros e membranas.
Pois agora aí está o número 2, que já comprei, li e recomendo. Com a devida vénia, transcrevo aqui o editorial «It’s the economy, stupid»:
"Chueca, dez anos atrás. O bairro madrileno não passava de um pardieiro, interdito a quem prezava pela sua segurança. Situado no coração da capital espanhola, começou a ganhar vida à medida que a comunidade LGBT ia mudando com armas e bagagens. Abriram lojas, cafés, bares e a zona revitalizou-se em poucos anos. Hoje, é um dos locais mais estimulantes da cidade, onde praticamente todos os madrilenos – e não só – se sentem à vontade. E assim renasceu das cinzas um bairro inteiro.
A indústria relacionada com o segmento LGBT em Espanha movimenta muitos milhões por ano. Simplesmente porque o mercado começou a perceber que o dinheiro vindo da comunidade tinha o mesmo valor do que o da “outra” comunidade. Os pruridos e os preconceitos desapareceram. Um grupo economicamente forte é sinónimo de voz forte. E o que os anos de manifestações não fizeram, fez a economia. O poder político vergou-se. E agora não há partido que não tenha o chamado candidato G.
Tudo isto para chegar aonde? Mesmo aqui ao cantinho da Península Ibérica: nós.
É inacreditável o atraso de certas mentes lusas. Não é fácil ouvir das empresas que obtêm grande parte dos seus lucros à custa da população LGBT a frase: “Lamentamos, mas a nossa política é não nos associarmos a revistas destinadas a gays e lésbicas”. Para não ficarem “conotados”. Como se um produto ou serviço que interessa a toda a sociedade perdesse o seu valor simplesmente por ser publicado num órgão de informação LGBT. Moral da história: Gostamos muito do vosso dinheiro, mas de vocês nem por isso. Bonito, não acham?
Vai já sendo altura de estes espíritos abrirem bem a pestana e olharem para o vizinho, onde por exemplo nesta gay pride não houve marca que não quisesse associar-se à parada. Sob o risco de qualquer dia ouvirem a frase: “It’s the economy, stupid”."



E a citação que fizeram do meu post sobre a revista deixa-me toda molhadinha:

30 de agosto de 2008

Orangina - naturellement pulpeuse

Notícia do IOL Diário - O anúncio à bebida Orangina no Reino Unido, a tradicional Fanta de Laranja, agitou o mercado com o anúncio sexy à bebida e depressa se fizeram ouvir críticas por parte das organizações que defendem os direitos das crianças.

25 de agosto de 2008

24 de agosto de 2008

E depois a tarada sou eu!




Olhem só que bela ideia teve a empresa Intelilar para o seu logotipo: uma bela de uma cabeça de caralho, com o seu buraquinho na ponta e o seu freio elegantemente conformando a glande.
Boa malha!
E a c&a viu algo em que eu não tinha reparado: "Acho que a Sãozita não falou na mão que tão bem aperta..."